Encontro de Contadores de Histórias reúne personalidades culturais em Coronel Fabriciano

PUBLICIDADE

CORONEL FABRICIANO – No próximo dia 10 de julho, a Escola Estadual Professora Celina Machado em Coronel Fabriciano receberá o “Ananse – Encontro de Contadores – Histórias em Cena”. Promovido pelo Ministério da Cultura, Rizoma Cultural, e tendo como patrocinador master o Instituto Cultural Vale, o evento começa às 14h.

- PUBLICIDADE -
EXPO USIPA
Sesi – Senai
AAPI
Usiminas
Giganet

O Encontro contará com a presença de contadores de histórias e artistas da região. Entre os convidados estão Edna Imaculada Inácio de Oliveira, atriz, contadora de histórias, professora e pedagoga. Edna é cofundadora do Coletivo Roda das Pretas e traz consigo uma vasta experiência na arte da narrativa oral. José Santana de Farias, conhecido como Mestre Santana, é mestre e compositor, presidente e cofundador da Associação dos Marujos de São José dos Cocais em Coronel Fabriciano. Ele participa da tradição da Marujada há 60 anos, sendo um grande conhecedor e guardião dessa cultura afro-brasileira.

Outra convidada é Ilza Helena da Silva, artista plástica e ceramista, reconhecida por seu trabalho “Arte do Malacabado”, declarado patrimônio cultural imaterial de Coronel Fabriciano. Também estará presente Waltair Alves, Mestre Merrinho de Caio, mestre de capoeira e um dos principais nomes da Associação Desportiva e Cultural de Capoeira Quilombo do Queimado em Ipatinga. Com 48 anos de experiência na capoeira, sendo 33 como mestre, ele iniciou sua trajetória em 1976 e desde então vem contribuindo para a preservação e disseminação dessa arte.

MEDIAÇÃO

A mediação do evento ficará por conta de Sonaly Torres, produtora cultural, atriz, contadora de histórias, professora e pedagoga. Sonaly é também dramaturga e cofundadora do Rizoma Cultural, sendo uma figura central na promoção da cultura na região.

‘O Encontro de Contadores é uma oportunidade para o público conhecer e se encantar com a riqueza das tradições culturais locais. O evento é gratuito e aberto a todos os interessados em se emocionar com histórias que atravessam gerações e mantêm viva a herança cultural do Vale do Aço”, anuncia Sonaly Torres.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui