Instituto esportivo idealizado por medalhista olímpica recebe declaração de utilidade pública

PUBLICIDADE

Bronze nas Olimpíadas de Pequim, em 2008, a profissional de atletismo Lucimar Moura toca projeto que atende mais de 20 crianças e adolescentes no distrito de Barra Alegre; projeto de lei tem aprovação unânime em 1ª votação

- PUBLICIDADE -
Giganet
AAPI
Usiminas
EXPO USIPA
Sesi – Senai

A Câmara de Ipatinga aprovou por votação unânime, em reunião ordinária, nesta sexta-feira (20), a proposta que declara de utilidade pública o Instituto Esportivo e Educacional Lucimar Moura, uma associação municipal sem fins lucrativos. Trata-se do Projeto de Lei nº 139/21, de autoria do vereador Hermínio Bernardo (PSDB).

Lucimar teve uma carreira de grande destaque no atletismo. O ápice foi a medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Pequim-2008.

Ganhou também a medalha de prata nos 200 m nos Jogos Pan-Americanos de Winnipeg-1999, no Canadá. Foi ainda recordista sul-americana dos 100 m e dos 200 m. As marcas foram obtidas antes do Pan, na disputa do Campeonato Sul-Americano de Bogotá, na Colômbia.

Nascida na cidade de Timóteo, Lucimar vive em Ipatinga desde sua aposentadoria do esporte profissional, em 2014. Três anos atrás, em 2018, a ex-atleta decidiu abrir um projeto social voltado para crianças e adolescentes, no distrito do Barra Alegre, na quadra da Escola Estadual Dona Caetana América Menezes, onde conduz os trabalhos com mais de 20 alunos.

O objetivo, segundo ela, é oportunizar crescimento humano e social por meio da prática do atletismo.

“Fui descoberta aos 14 anos de idade numa aula de educação física. Desde então, minha vida mudou completamente. Com minha carreira, pude morar em diversas cidades e conhecer tantas outras, no Brasil e no mundo. Hoje eu sou quem eu sou graças ao esporte, ao atletismo. Quero, com o projeto social, dar essa chance que tive a outras crianças e adolescentes, porque sei que há muitos talentos entre essa garotada.”

Ela conta que o Instituto Esportivo enfrenta diversas dificuldades, como a falta de apoio financeiro e a precária estrutura física da quadra esportiva.

“Faz muita falta uma cobertura da quadra para ampliarmos os horários de treinos, evitando o sol quente ou a chuva. O espaço também não conta com banheiros.”

Com a aprovação da matéria, a associação passa a poder firmar convênios com o município de Ipatinga, podendo utilizar o apoio público para condução e ampliação das atividades.

 “Nosso sonho é poder atender mais crianças e adolescentes no Barra Alegre ou até mesmo conseguir abrir filiais em outros bairros da cidade. Fico lisonjeada com esse apoio dos parlamentares da Câmara de Ipatinga.”

Apoiador do Instituto, onde trabalha juntamente com a Lucimar, o professor Sildemar Venâncio usou a tribuna para agradecer a Câmara e falou um pouco sobre o projeto.

“Foi um sonho que permitiu nossa região viver a chama do fogo olímpico, e nós temos fé que podemos fazer com que nossa juventude tenha condições de alcançar essa mesma glória. E esse título de utilidade pública junta forças para que o Instituto ganhe vigor e possa mudar um pouquinho a realidade de nossa cidade.”

O vereador Hermínio, por sua vez, destacou o empenho da medalhista em levar inspiração e educação aos jovens por meio do esporte.

“Agradecemos a Lucimar por levar para crianças e adolescentes esse projeto de tamanho valor social.   Sabemos das dificuldades enfrentadas pelo instituto e vamos continuar nos empenhando para dar melhores condições de trabalho para ela”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui