Legislativo de Ipatinga soma esforços para reabertura do aeroporto

PUBLICIDADE

Objetivando unir forças para dar início às obras definitivas de reforma do Aeroporto Regional do Vale do Aço, o presidente da Câmara de Ipatinga, vereador Toninho Felipe (Cidadania), ao lado da Mesa Diretora, realizou, nesta quinta-feira (28), reunião com lideranças e representantes de diversos setores de Ipatinga e demais cidades, com intuito de discutirem ações efetivas para reversão do fechamento do local, uma vez que, o município é um dos principais demandantes do transporte aéreo.

- PUBLICIDADE -
Giganet
Sesi – Senai
Usiminas
AAPI

Além dos parlamentares da Casa, estiveram presentes na reunião o prefeito de Ipatinga, Gustavo Nunes, o Superintendente do Aeroporto Regional do Vale do Aço, Ronan Fernandes Moreira, o chefe de gabinete da Agência de Desenvolvimento da Região Metropolitana do Vale do Aço, Renato Martins, representantes das empresas Usiminas, Cenibra, Fiemg e Consul, entidades comerciais e as polícias Militar e Civil também participaram do encontro. 

Com as atividades paralisadas desde março de 2020, devido à pandemia do novo coronavírus e outros fatores combinados, a não reabertura do Aeroporto Regional, localizado em Santana do Paraíso, vem causando imensos prejuízos para região. O presidente Toninho Felipe reforçou que a reunião foi uma das maneiras encontradas para colocar o Legislativo à disposição na luta pelo início das obras. 

“Fico imensamente agradecido com a presença de todos. Isso mostra que as lideranças e as grandes empresas da nossa região estão em sintonia em busca do desenvolvimento da nossa região. O aeroporto fechado por tanto tempo é um baque muito grande para a nossa cadeia produtiva, uma vez que os deslocamentos pela principal malha viária, que é a BR-381, também estão bastante comprometidos pela duplicação em andamento”, disse Toninho. 

O chefe do Poder legislativo municipal completou.  “Estamos trabalhando incessantemente para que o Vale do Aço não fique sem acesso algum e tentando viabilizar de todas as formas o início efetivo dessas obras. O recurso necessário já está liberado, e a licitação também já foi concluída. Então o que falta é a união de forças para a efetivação imediata da obra”, disse ele. 

Ao fim da reunião, uma comissão composta por diferentes seguimentos foi formada, com intuito de representar a região na busca pela reabertura. “Vamos em busca dos governos federal e estadual para buscarmos a execução desta obra ainda neste primeiro semestre. Queremos que o nosso aeroporto esteja reformado e em funcionamento até o fim de 2021”, concluiu o presidente Toninho. 

O Superintendente do Aeroporto Regional, Ronan Fernandes, disse que, além da reforma estrutural para o início imediato das operações, a Infraero, que assumiu o aeroporto no final de 2020, também tem engatilhado um plano de crescimento e desenvolvimento para o terminal do Vale do Aço. 

“A Infraero trabalha com a possibilidade de ampliação das atividades do aeroporto. Existe um plano de desenvolvimento a ser apresentado ao governo do Estado de melhorias na infraestrutura, aumento de capacidade e equipamentos de navegação. Nossa intenção é o crescimento nos próximos anos, até mesmo para atrair outras companhias aéreas para operar no Valer do Aço. 

Fechamento 

Em 14 de fevereiro de 2019, a Azul Linhas Aéreas Brasileiras, única companhia aérea operante no Aeroporto do Vale do Aço, suspendeu suas atividades no terminal por tempo indeterminado, alegando que a pista não atende aos padrões operacionais. Já no dia 19 de fevereiro, a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) interditou a pista, suspendendo também os voos do programa Voe Minas Gerais, do governo estadual, em aeronaves de pequeno porte.

No dia 20 de fevereiro do mesmo ano, o ministro da infraestrutura Tarcísio Gomes de Freitas, em reunião com o governador Romeu Zema, anunciou o repasse de recursos do Governo Federal para uma reforma emergencial no aeroporto, e em seguida recursos do Fundo Nacional de Aviação Civil para uma reforma definitiva. Dessa forma, foram realizadas as intervenções de emergência entre 19 de março e 8 de abril de 2019, com a liberação da Anac obtida em 12 de abril. O retorno dos voos da Voe Minas ocorreu em 15 de abril de 2019, enquanto o da Azul foi marcado para o dia 9 de maio.

O Aeroporto de Ipatinga foi novamente fechado em 25 de março de 2020, devido à pandemia de Covid-19 e para o aguardo realização das obras definitivas.

A Secretaria de Aviação Civil do Governo Federal confirmou, em dezembro do ano passado, que as obras no Aeroporto Regional do Vale do Aço começam em março de 2021. Serão investidos R$ 13,2 milhões em melhorias, com previsão de entrega em 120 dias. 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui