Outubro Rosa: Unimed Vale do Aço promove palestra para colaboradoras

48

Dezenas de mulheres estiveram reunidas no auditório do Hospital Metropolitano Unimed, em Coronel Fabriciano, para participarem de uma palestra sobre o Outubro Rosa. A ação, focada na prevenção do câncer de mama e saúde da mulher, teve como objetivo conscientizar colaboradoras da Unimed Vale do Aço sobre o tema. Um novo encontro ocorrerá no próximo dia 20.

- PUBLICIDADE -

A palestra foi ministrada pela ginecologista e sexóloga, médica cooperada da Unimed Vale do Aço, Dra. Cristiane Spindola. Além de trazer informações sobre o câncer de mama e o de colo de útero, a especialista também promoveu uma troca de experiências sobre sexualidade e outros temas voltados a saúde da mulher.

“Todos os anos, nesta época, trazemos palestras sobre o tema a nossas colaboradoras. Mesmo sendo um assunto muito falado, informação nunca é demais, além de ser uma grande aliada na prevenção dessas e outras doenças e ajudar a romper tabus que impedem muitas mulheres de se cuidarem e olharem para si. Tivemos uma boa adesão nesse primeiro encontro e aguardamos ainda mais colaboradoras na palestra do próximo dia 20”, afirmou Lídia Gomes, enfermeira do SESMT.

As colaboradoras elogiaram a forma que o tema foi abordado e a forma que ele foi externado pela médica cooperada. “Estamos todas suscetíveis ao câncer e a outras doenças e saber mais nos ajuda a ter mais cuidado. A correria do dia a dia muitas vezes nos impede de fazer um preventivo ou ir ao médico, porém, com a palestra, tive uma visão diferente sobre algumas doenças e como elas podem me atingir. A forma leve que a doutora falou abriu minha cabeça sobre o tema e levantou o alerta sobre a prevenção”, destacou Indiara Cora, analista do setor de Qualidade da Unimed Vale do Aço.

“O câncer de mama é a primeira causa de morte por câncer na população feminina em todas as regiões do Brasil, exceto na região Norte, onde o câncer do colo do útero ocupa essa posição. Mais incidente em mulheres no mundo, com aproximadamente 2,3 milhões de casos novos estimados em 2020, o que representa 24,5% dos casos novos por câncer em mulheres. É também a causa mais frequente de morte por câncer nessa população, com 684.996 óbitos estimados para esse ano (15,5% dos óbitos por câncer em mulheres). E por que falar sobre essa neoplasia todos os anos? Porque a prevenção e o diagnóstico precoce são os maiores aliados na luta contra essa doença”, destacou a Dra. Cristiane Spindola.

Para a médica cooperada, trazer o assunto para o ambiente de trabalho traz inúmeros benefícios. “Além de romper barreiras e tabus, já que muitas mulheres não se sentem a vontade para falar sobre o câncer e outras questões relacionadas a saúde e ao autocuidado, consequentemente contribuímos para a qualidade de vida e a prevenção de várias doenças”, afirmou a ginecologista.

A palestra foi promovida pelo Comitê de integração, SESMT, Saúde Integral e Setor de Oncologia. Outras ações voltadas para o Outubro Rosa estão ocorrendo internamente, com o objetivo de conscientizar e orientar as colaboradoras sobre a saúde e o autocuidado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui