Prefeitura de Ipatinga faz balanço  de ações de limpeza durante o ano 

PUBLICIDADE

Cidade produz nada menos que 159 toneladas de lixo a cada dia. Em relação ao ano passado, volume diário é superior em quase cinco toneladas.

- PUBLICIDADE -
Giganet
Usiminas
EXPO USIPA
Sesi – Senai
AAPI

A Prefeitura de Ipatinga, por meio do Departamento de Serviços Urbanos (Desurb), ligado à Secretaria de Serviços Urbanos e Meio Ambiente (Sesuma), divulgou nesta segunda-feira (11) um balanço de alguns dos principais serviços executados durante o ano de 2023, que incluem coleta de lixo domiciliar, capina, recolhimento de entulhos e terra, podas de árvores, podas de grama e varrição, entre outros.

Um dos números mais expressivos é o do volume de lixo recolhido. Foram mais de 52.569 mil toneladas até o dia 30 de novembro, nada menos do que 4.779 mil toneladas a cada mês ou 159,3 toneladas a cada dia. Em todo o ano de 2022, levando em conta também todo o mês de dezembro, das tradicionais comemorações de Natal, em que o consumo naturalmente se eleva, os ipatinguenses produziram 55.644 mil toneladas de lixo. A média diária foi menor em 2022 em quase 5 toneladas. 

De acordo com a Fiscal de Posturas do setor, Júlia Macedo, o documento apresenta um compilado de ações desde 1º de janeiro. “Esse relatório anual é uma importante ferramenta de gestão e de comunicação, que permite um acompanhamento do desempenho do órgão e dimensiona adequadamente o conjunto de atividades por ele realizadas, projetando novas estratégias”, destaca.

Elementos poluentes

Os serviços de limpeza de bocas de lobo vêm sendo intensificados pela Prefeitura de Ipatinga, especialmente como prevenção contra inundações nos períodos chuvosos. 

Diariamente são promovidas ações de manutenção, limpeza e recuperação dos bueiros, além de vistoria de redes e contenção de erosões, entre outras. 

Durante o ano foram 46 bairros atendidos, e parte dos materiais retirados das bocas de lobo são garrafas PET, restos de material de construção, sacolas e plásticos em geral. Em função desta realidade, a prefeitura segue orientando a população para que deposite o lixo em locais adequados e obedecendo as escalas de dias e horários de coleta. Esses materiais, quando depositados irregularmente ou fora da programação de recolhimento, entopem os bueiros, assoreiam galerias e ribeirões, contribuem para a proliferação de erosões e provocam alagamentos.

O total de bocas de lobo limpas e recuperadas durante o ano chegou a 6.500, uma média de 140 a cada mês. As frentes de serviço deste setor envolvem maquinários e diversos profissionais, entre motoristas e operadores.

Orientações

A Prefeitura de Ipatinga tem procurado também investir em campanhas de conscientização da população para evitar agressões ao meio ambiente que acabam gerando maiores riscos à segurança e à saúde da população, além desencadear perdas materiais com alagamentos, enchentes e desmoronamentos.

A principal recomendação é não jogar lixo ou entulho nas vias públicas, córregos, lotes vagos e encostas. Embalar corretamente o lixo em sacolas resistentes, bem fechadas e de tamanho adequado, e respeitar os dias e horários de coleta de lixo e entulho são outras dicas importantes para evitar que as bocas de lobo sejam entupidas e causem problemas durante as chuvas. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui