Prefeitura de Ipatinga vacina idosos e professores contra gripe Influenza

PUBLICIDADE

Vacinados contra a Covid-19 devem observar intervalo de pelo menos duas semanas

- PUBLICIDADE -
PMI VACINAÇÃO
Unimed Vale do Aço
Sesi – Senai
FSFX
Usiminas
Câmara Ipatinga
SVA
Giganet
AAPI
Copasa

Será aberta nesta terça-feira (11), em Ipatinga, a segunda etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra o vírus Influenza (Gripe). Destinada a idosos e professores nesse momento, a vacinação está sendo disponibilizada pela Secretaria de Saúde do município em todas as Unidades Básicas de Saúde, das 8h às 17h, e prossegue até o dia 8 junho. 

Neste ano, como a campanha de vacinação contra a gripe coincide com a imunização contra a Covid-19, é importante que a população fique atenta ao intervalo necessário entre as duas vacinas. Pessoas que já foram atendidas com a primeira ou a segunda dose da vacina contra a Covid-19 devem esperar pelo menos 14 dias para receber o imunizante contra a gripe.

A campanha de vacinação contra a gripe teve início no dia 12 de abril, com o atendimento a crianças entre seis meses e seis anos, povos indígenas, trabalhadores da área da saúde, gestantes e mulheres puérperas (que estão no período de até 45 dias após o parto). 

De acordo com a diretora do Departamento de Atenção Básica (DAB) da Secretaria de Saúde de Ipatinga, Elaine Cristina Vasconcelos, a imunização contra a gripe é extremamente importante para a proteção dos grupos mais vulneráveis. Por isso, deve ser mantida, inclusive como fortalecimento da imunidade nesta conjuntura de coronavírus. 

Neste ano os grupos prioritários foram distribuídos para atendimento em três etapas, de forma escalonada. A terceira etapa, programada para o período de 9 de junho a 9 de julho, vai contemplar os demais grupos prioritários. 

Grupos prioritários

– Pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais

– Pessoas com deficiência permanente

– Forças de segurança e salvamento

– Forças Armadas

– Caminhoneiros

– Trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso

– Trabalhadores portuários

– Funcionários do sistema prisional

– Adolescentes e jovens entre 12 e 21 anos de idade sob medidas socioeducativas

– População privada de liberdade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui