Programa da Unimed Vale do Aço apoia pacientes na reabilitação pós Covid-19

PUBLICIDADE

A cura da Covid-19 vai além da alta hospitalar. Mesmo após a recuperação da fase aguda da doença, há pacientes que necessitam receber ajuda de especialistas para tratarem de sequelas motoras, pulmonares ou até mesmo nutricionais. Na Unimed Vale do Aço, um Programa de Reabilitação Funcional de Pacientes com Síndrome Pós Covid foi criado para auxiliar os beneficiários.

A equipe multidisciplinar é composta por médico, nutricionista, enfermeiro, fisioterapeuta e fonoaudiólogo. O principal objetivo do Programa é permitir que o beneficiário readquira a independência funcional e qualidade de vida, por meio de atendimento multidisciplinar, com um olhar individualizado e acompanhamento progressivo.

- PUBLICIDADE -
Usiminas
Câmara Ipatinga
Copasa
Sesi – Senai
AAPI
Giganet

A Unimed Vale do Aço, por meio do Setor de Atenção Integral à Saúde, já possuía programas de assistência domiciliar. Porém, com a pandemia de COVID 19, muitos pacientes que recebem alta hospitalar ainda ficam fragilizados e necessitam de suporte profissional em domicílio, o que gerou uma nova demanda para o setor. Contamos com uma equipe multidisciplinar bem treinada e engajada, para fornecer um tratamento integral e individualizado, proporcionando uma recuperação funcional mais rápida. Isso permitirá que os nossos pacientes retomem suas vidas, com plenitude e qualidade, o quanto antes. Todo esse serviço é ofertado como benefício, ou seja, sem custos para o beneficiário.”, explicou Leila Santos, coordenadora da Saúde Integral.

Atualmente, a Singular atende dez beneficiários no programa. “Há critérios de elegibilidade, que são direcionados a pacientes com deficit funcional agudo, com perspectiva de recuperação. Os pacientes são divididos em 4 categorias de planos de cuidados, conforme o grau de dependência funcional e disfunção respiratória. Todos os beneficiários atendidos no Programa de Reabilitação pós Covid são acompanhados também pelo Programa de Gerenciamento de Casos Especiais, objetivando um apoio integral do cuidado”, concluiu a coordenadora da Saúde Integral.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui