Saúde: Prefeitura de Ipatinga desenvolve Programa de Controle do Tabagismo

PUBLICIDADE

O município de Ipatinga oferece aos usuários de tabaco o Programa Nacional de Controle do Tabagismo (PNCT), que consiste em terapias em grupo para motivar fumantes a deixarem o vício e aumentar o acesso aos métodos eficazes para o tratamento. O tabagismo é reconhecido como doença crônica, provocada pela dependência da nicotina.  

Implementado nas Unidades Básicas de Saúde (UBS’s), o Programa utiliza como estratégia a prevenção da iniciação ao tabagismo e propõe ações educativas de apoio àqueles que desejam parar de fumar. Para tanto, o município dispõe de equipes multiprofissionais capacitadas. 

- PUBLICIDADE -
Unimed Vale do Aço
AAPI
Usiminas
Giganet
PMI VACINAÇÃO
Câmara Ipatinga
Sesi – Senai
Copasa
FSFX
SVA

De acordo com a diretora do Departamento de Atenção Básica (DAB), Elaine Vasconcelos, as terapias são realizadas em grupo e divididas em sessões, onde são esclarecidos os malefícios causados pelo tabaco e as vantagens adquiridas ao deixar de fumar, tanto em relação à saúde quanto ao aspecto financeiro.

“Inicialmente, faz-se a tentativa pelo cognitivo comportamental (aconselhamento), sendo que, em alguns casos, são prescritos e fornecidos medicamentos para auxiliar no tratamento da dependência”, esclarece Elaine. 

O Programa Nacional de Controle do Tabagismo (PNCT) já está funcionando nas UBS’s do Bom Jardim II, Cidade Nobre, Equipe Azul Vale do Sol, Vila Formosa, Bethânia, Caravelas, Vila Ipanema, Veneza, Iguaçu e Esperança I. 

Como participar

Para participação, o usuário deve procurar a UBS de referência, onde será direcionado para o acolhimento do enfermeiro responsável pelo grupo, que vai realizar a inscrição. Após esta etapa, a pessoa é encaminhada para atendimento individual ou em grupo, conforme avaliação.

Mesmo que eventualmente não haja disponibilidade para o ingresso imediato nos grupos, os usuários interessados em participar do Programa podem deixar o nome e o telefone em uma lista de espera na recepção da Unidade de Saúde. Neste caso, assim que um novo grupo é constituído, são chamados.

Problema grave

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o tabagismo responde por 30% de todos os casos de câncer e é a principal causa de morte evitável em todo o mundo. Uma pessoa morre a cada seis segundos por doenças relacionadas ao uso do tabaco. São seis milhões de mortes anuais graças ao fumo, número que deve chegar a oito milhões até 2030 se não forem tomadas medidas fortes para controlar o que a OMS chama de “epidemia do tabaco”. Também merece nossa atenção o tabagismo passivo, a terceira causa de morte evitável no mundo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui