Seminário de Arborização Urbana mostra ampliação planejada de espaços verdes em Ipatinga

PUBLICIDADE

Com o tema “Arborização Urbana”, um seminário realizado no plenário da Câmara de Ipatinga, na manhã desta quarta-feira (22), deu prosseguimento às ações alusivas ao Dia da Árvore no município. Durante o evento, prestigiado por autoridades de diversos segmentos, foram expostos em palestras os benefícios relacionados aos plantios de árvores planejados e bem orientados, com destaque para as ações de manutenção da área verde e recuperação de pontos degradados que vêm sendo executadas pela administração da cidade.  

- PUBLICIDADE -
Copasa
AAPI
Usiminas
Câmara Ipatinga
SVA
FSFX
Unimed Vale do Aço
PMI VACINAÇÃO
Giganet
Sesi – Senai

Estavam presentes, entre outros, os secretários municipais de Serviços Urbanos e Meio Ambiente, Célio Andrade, e de Educação, Patrícia Avelar, além do presidente da Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e de Prestação de Serviços de Ipatinga (Aciapi), Luís Henrique Alves, e o Promotor de Justiça Rafael Pureza. Representando o Legislativo, participaram os vereadores Adiel Oliveira, Professora Mariene e Avelino Cruz. 

A primeira palestra, conduzida pelo engenheiro civil Rafael Castro, gerente da empresa Infrater, explicitou a importância da preservação das áreas verdes de Ipatinga, sob vários aspectos. Entre outras abordagens, ele ressaltou “como o pensar coletivo vem mudando favoravelmente, ao longo dos anos, a paisagem da cidade”. Para ele, “o processo de transformação e recuperação de áreas degradadas é algo que vai sendo plantado com o tempo até se solidificar como senso comum da coletividade, exigindo dedicação e conscientização de todos”.

Outra palestra foi conduzida pelo engenheiro florestal Mateus dos Reis, da Prefeitura de Ipatinga. O profissional destacou que a forma orientada e ordenada de se planejar a arborização é fundamental para evitar transtornos e prejuízos futuros nas redes elétrica, de água e esgoto, assim como promover a acessibilidade e a correta construção de edificações, com observância de disciplinas e regras de ocupação urbana.

Durante o seminário, o secretário Célio Andrade, da Sesuma, expressou aos participantes a preocupação do Executivo em despertar o sentimento de pertencimento na comunidade. “Fizemos ao longo da semana o plantio de mais de 100 mudas de árvores, em regiões que foram diagnosticadas como áreas degradadas e passíveis de recuperação. Agora precisamos contar com a parceria da população para que esse trabalho seja preservado e contínuo na cidade. Queremos, cada vez mais, ampliar os espaços verdes, pontos de convivência dos moradores, e inibir o lançamento de lixos e entulhos em áreas públicas”, observou. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui