Superintendente do DNIT prevê avanço nas obras no Lote 3.1 da BR-381

Superintendente regional do DNIT informou aos representantes do Vale do Aço que até o fim do ano o Lote 3.1 deve ter 16 quilômetros duplicados
PUBLICIDADE

Em reunião com representantes do Vale do Aço, o superintendente regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) para Minas Gerais, Gustavo Boerges, informou a previsão de avanços nas obras de duplicação no Lote 3.1 da BR-381, localizado no município de Antônio Dias, município do Colar Metropolitano. A agenda, realizada nesta quarta-feira (9), foi solicitada pelo vice-presidente da Assembleia Metropolitana da Região Metropolitana do Vale do Aço (AMRMVA), deputado estadual Celinho do Sinttrocel.

As obras da BR-381 é uma das prioridades de trabalho estabelecidas pela Assembleia Metropolitana, na reunião ordinária de 2021. A pauta foi retomada e discutida pelos membros do órgão colegiado na reunião extraordinária do dia 28 de maio. Na ocasião, os membros solicitaram posicionamento do DNIT a respeito do andamento das obras no Vale do Aço. 

- PUBLICIDADE -
Giganet
Sesi – Senai
Usiminas
AAPI

Além do vice-presidente da AMRMVA, estiveram na reunião: o presidente da AMRMVA, prefeito Bruno Morato; o secretário da AMRMVA, diretor-geral da Agência de Desenvolvimento da Região Metropolitana do Vale do Aço, João Luiz Teixeira Andrade; o presidente da Regional FIEMG Vale do Aço, Flaviano Gaggiato; e o coordenador do Movimento Nova 381, Luciano Araújo.

Continuidade das obras

Segundo o superintendente Gustavo, o DNIT possui contrato de R$44 milhões, com valores já empenhados, para a execução das obras no Lote 3.1. O superintendente afirmou que até o fim de 2021 serão finalizados ao menos 16 quilômetros, contando com os trechos já duplicados. 

Reparos na pista

No ano passado, foram identificados 13 pontos de instabilidade, incluído as áreas atingidas com deslizamento de taludes e maciços. O superintendente destacou que as correções desses pontos chegam à R$150 milhões. Segundo Gustavo, as intervenções não serão feitas no contrato vigente devido a necessidade de estudos e projetos prévios.   Os pontos a serem corrigidos serão incluídos na concessão do Lote 3.1 da BR-381.

Prioridades da Assembleia Metropolitana

Junto à continuidade das obras da BR-381, também são prioridades da Assembleia Metropolitana a expansão do Aeroporto Regional do Vale do Aço; estudo sobre a expansão do núcleo metropolitano; estudos sobre integração do transporte público e engajamento político para aprovação do Projeto de Lei Complementar n.º 50/2020. Na primeira reunião extraordinária do órgão colegiado os temas foram aprofundados e com encaminhamentos aprovados.

Confira os trabalhos da Assembleia Metropolitana da Região Metropolitana do Vale do Aço no site https://www.agenciarmva.mg.gov.br/gestao-metropolitana/assembleia-metropolitana-da-rmva/.

 

1 COMENTÁRIO

  1. E um desserviço ao Vale do Aço a interrupção completa, pois é isso que aqui está definido, o que o Dnit faz.
    É um desastre.
    E o tal conselho escuta e concorda?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui