Te Pego Pela Palavra

PUBLICIDADE

Terceira edição do projeto que busca inspirar um mergulho na poesia e na contação de histórias é lançado hoje em Belo Oriente

BELO ORIENTE – A terceira edição do projeto Te Pego Pela Palavra será lançada hoje (4), às 13h, na Escola Municipal Francisco Gonçalves Brito.

- PUBLICIDADE -
Sesi – Senai
AAPI
Usiminas
Giganet
EXPO USIPA

Idealizado objetivando promover a expansão dos sentidos e da criatividade, o projeto oferece às crianças e professores do Ensino Fundamental experiências de contato com textos como realidade viva.

Entre os propósitos do Te Pelo Pela Palavra, a atriz, pedagoga e coordenadora artística cultural do projeto, Sonaly Torres, destaca a promoção da sensibilidade estética e a experiência prazerosa no ato de leitura, além de vivenciar histórias e poesias que favorecem o desenvolvimento afetivo, cognitivo e o pertencimento sociocultural. A programação inclui o espetáculo Faz de Contos, oficinas de escrita criativa, iniciação teatral, laboratório criativo e encontros intergeracionais que valorizam as histórias locais e fortalecem vínculos afetivos.

A programação do Te Pelo Pela Palavra, que também contemplará a Escola Municipal Esperança, prevê também a capacitação de professores, permitindo que eles multipliquem a metodologia do projeto em suas aulas. “Como resultado dessas atividades, será lançado um livro digital com as histórias criadas e narradas pelas crianças, além de uma Mostra Cultural para apresentar os trabalhos desenvolvidos”, anuncia Sonaly.

Ela acrescenta que o projeto é uma oportunidade para as crianças se tornarem protagonistas, leitoras e autoras, reforçando o hábito da leitura e a criação de textos em interação com a arte. “A apresentação de hoje marca o início de uma jornada que busca transformar a relação das crianças com a leitura e a expressão artística”, conclui Sonaly.

O ator e presidente do Rizoma Cultural, Roberto Yokel, sublinha que “além de promover a leitura e a criação de textos poéticos, por meio de atividades lúdicas, as crianças têm a oportunidade de interagir com linguagens diversas no campo das artes, como a pintura.”

Te Pelo Pela Palavra, que já atendeu seis escolas ao longo dos seus três anos de desenvolvimento, conta com o apoio da Fundação Renova, via Edital Doce.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui